fisiologia aberta-guytinho1

FISIOLOGIA

CAP. 1 introdução à fisiologia humana

1. O que é meio interno e qual é a relação que ele tem com o líquido extracelular?
2. O que é homeostasia e qual é sua importância para o funcionamento do corpo?
3. Quais são as inter-relações entre o esqueleto, os ligamentos e os músculos? Por que são necessários dois músculos para cada direção de movimento de uma articulação?
4. Quais são os pápeis dos componentes sensorial e motor do sistema nervoso?
5. Qual a função do sistem a nervoso autônomico e por que é o músculo liso do organismo tão intimamente associado a esse sistema?
6. Descreva a função do sistema circulatório na mistura dos líquidos orgânicos.
7. Descreva o transporte de oxigênio do ar para as células periféricas e do gás carbônico dessas células para o ar.
8. Que tipo de substância é secretada no sistema digestivo, e de que modo essas substâncias são relacionadas à digestão?
9. Que papéis são desempenhados pelo fígado e pelos hormônios no funcionamento global do organismo?
10. Além da excreção de produtos de eliminação pelos rins, que outra função importante é desempenhada por esses órgãos?

CAP. 2 a célula e sua composição

1. Descreva as partes físicas de uma sélula típica.
2. Enumere os constituintes químicos do protoplasma.
3. Quais são as principais funções das proteínas nas células?
4. Quais são as principais funções dos lípidios nas células?
5. Descreva a membrana celular.
6. Quais são as funções do retículo endoplasmático?
7. Qual é a estrutura da mitocôndria e o que existe em seu interior?
8. Descreva as relações do aparelho de Golgi com o retículo endoplasmático.
9. Que tipos de enzimas são encontradas nos lisossomas e quais as suas funções?
10. Qual é a mais importante substância funcional encontrada no núcleo?

CAP. 3 sistemas funcionais da célula

1. Descreva a pinocitose e a fagoitose.
2. Como os lisossomas participam da formação da vesícula digestiva?
3. Descreva a função do trifosfato de adenosina na célula e sua relação com as mitocôndrias.
4. Quais os principais usos de ATP pela célula?
5. Quais são os papéis do retículo endoplasmático e do complexo de Golgi na secreção de proteínas?
6. Quais as funções desempenhadas pelo retículo endoplasmático em relação à secreção de lipídios e à liberação de glicose pelo glicogênio?
7. Descreva os mecanismos do movimento amebóide e da motilidade ciliar.

CAP. 4 - controle genético . ..

1. Quais os elementos básicos do ADN?
2. Como são combinados os nucleotídios para formas o ADN?
3. Como o ADN controla a formação do ARN?
4. Descreva o papel do ARN mensageiro na formação das proteínas.
5. Descreva a função do ARN transferidor e dos ribossomas na formação de proteínas.
6. Como são as concentrações dos constituintes celulares controladas pela repressão dos genes, por meio de feedback?
7. Descreva o controle da atividade enzimática na célula.
8. Na reprodução celular, qual o papel desempenhado pela replicação do ADN e pela replicação dos cromossomas?
9. Descreva os estágios da mitose e os eventos que ocorrem em cada uma dessas fases.
10. Qual é a causa do câncer?

CAP. 5 - Ambiente Líquido da célula e transporte através da...

1. Quais são as diferenças iônicas importantes entre os líquidos intra e extracelulares?
2. Descreva a teoria do processo de difusão.
3. Qual a diferença entre a difusão simples e a difusão facilitada?
4. Quais as substâncias que são transportadas por difusão através dos poros da membrana e quais as que são transportadas através da matriz da membrana?
5. Como as cargas elétricas dos íons e as diferenças de concentração influenciam a intensidade efetiva da difusão?
6. Explique os princípios da osmose através da membrana celular.
7. Por que os líquidos intra e extracelulares permanecem continuamente em equílibrio osmótico?
8. Qual é a diferença entre transporte ativo e difusão facilitada?
9. Discuta o transporte ativo de sódio e de potássio através da membrana celular.
10. Explique a antomia e as funções dos diferentes tipos de junções intercelulares.
11. O que significa transporte ativo secundário ou co-transporte de sódio para a glicose e para aminoácidos?

CAP. 6 - Nervos, Potenciais de membrana e transmissão nervosa

1. Descreva a anatomia do controle nervoso da contração muscular.
2. Qual é o papel da bomba de sódio-potássio no estabelecimento das diferenças das concentrações iônicas entre as duas faces da membrana neural?
3. Descreva o processo de despolarização da menbrana neural.
4. Descreva o processo de repolarização.
5. Enumere as etapas do potencial de ação.
6. Descreva o método que utiliza micropipetas para o registro do potencial de ação, bem como o osciloscópio.
7. Como podem as fibras nervosas ser excitadas?
8. Qual é o papel das células de Schwann no isolamento das fibras mielínicas e amielínicas nervosas?
9. Quais os papéis das somações espacial e temporal na transmissão de sinais de diferentes intensidades?
10. Descreva a placa motora dos músculos esqueléticos.
11. Quais são os papéis da acetilcolina e da colinesterase na transmissão do sinal pela placa motora?

cap. 7 - Anatomia Funcional e constração do músculo.

1. Descreva a anatomia funcional do músculo esquelético.
2. Explique o mecanismo do filamento deslizante da contração muscular.
3. Descreva as características especiais dos filamentos de miosina e de actina.
4, Discuta a teoria da catraca para a contração e explique o mecanismo do "curso-de-potência".
5. Quais são os papéis distintos dos túbulos transversos e dos túbulos longitudinais na iniciação da contração muscular?
6. Como é que os íons cálcio interagem com os filamentos miofibrilares para produzir a contração muscular?
7. Quantas fibras musculares, em média, existem em uma unidade motora?
8. Descreva o efeito do comprimento inicial da fibra muscular sobre a força de contração.
9. Quais são os diferentes tipos de somação que permitem a modificação da força da contração muscular?
10. Qual é a relação existente entre o exercício e a hipertrofia muscular?
11. Como é que o músculo liso difere em termos anatômicos do músculo esquelético?
12. Como é que as "ondas lentas" produzem contrações rítmicas e continuadas do músculo liso?
13. Quais são alguns dos fatores, com exceção dos potenciais de ação, que controlam a contração do músculo liso?
14. O que é tônus do músculo liso, e qual é sua importância e sua causa?

CAP. 8 - Sistema Nervoso Central

1. O que é que se quer dizer por reflexo?
2. Quais são os três níveis principais da função nervosa?
3. Descreva a anatomia funcional da sinapse.
4. Como uma substância transmissora excitatória produz um potencial pós-sináptico excitatórios?
5. Descreva os modos de somação espacial e temporal para os potenciais pós-excitatórios.
6. Explique os mecanismos para a inibição da transmissão sináptica pelas substâncias transmissoras excitatórias.
7. Explique o que se quer dizer por circuitos divergentes e convergentes.
8. Explique as funções do circuito reverberativo e os ftores que determinam a duração da atividade reverberativa.

CAP. 9 - Sensação Somestésica e Interpretação dos sinais sensoriais pelo encéfalo

1. Descreva as vias para a transmissão de sinais sensoriais desde a periferia até o córtex cerebral.
2. Quais são alguns dos diferentes tipos de receptores sensoriais?
3. O quequer dizer adaptação nos receptores sensoriais?
4. Como são detectadas as diferentes modalidades das sensações?
5. Quais são os tipos de sinais sensoriais transmitidos pelo sistema dorsal?
6. Que tipos de sinais são transmitidos pelo sitema espinotalâmico?
7. Explique o mecanismo para a localização das sensações em áreas específicas do corpo.
8. Explique a função da área associativa somestésica na interpretação das sensações somestésicas.
9. Que tipos de estímulo produzem dor?
10. Explique por que as sensações viscerais são freqüentemente referidas a áreas do corpo distantes da víscera.
11. Que tipos de irritação do envoltório cerebral poderãocausar cefaléia?
12. Onde ficam no córtex as áreas primárias e as áreas associativas para a deteção das sensações somestésicas, visuais e auditivas?
13. Qual é o papél da área cerebral de Wernicke na interpretação dos sinais sensoriais?
14. Discuta o papel do tálamo na interpretação das sensações.

CAP. 10 -

CAP. 11 - cONTROLE DA ATIVIDADE MUSCULAR

1. Descreva a organização básica dos centros superiores para o controle muscular.
2. Descreva a função dos interneurônios e dos motoneurônios anteriores nos segmentos medulares.
3. Como é que os gânglios basais controlam os movimentos subconscientes?
4. Cite as funções dos diferentes gânglios da base: núcleo caudado, putâmen, globo pálido e núcleo subtalâmico.
5. Descreva as funções do córtex motor no controle dos movimentos musculares.
6. Como é que se aprende a execultar movimentos de precisão e qual o papel da área pré-motora?
7. Qual é o papel desempenhado pelo cerebelo na coordenação dos movimentos motores?
8. Por que ocorre ataxia nos pacientes portadores de lesões cerebelares graves?
9. Trace o trajeto dos sinais aferentes da linguagem para o cérebro e descreva os mecanismos neuronais motores para a produção da fala.

CAP.12 - O SIST. NERVOSO - AUTÔNOMICO E O HIPOTÁLAMO

1. Descreva o plano geral de organização dos componentes simpáticos e parassimpáticos do sistema nervoso autônomico.
2. Explique os neurônios pré e pós-ganglionares dos sistemas simpáticos e parassimpáticos.
3. Qual é a diferença sobre as fibras nervosas adrenérgicas e colinérgicas?
4. Enumere os efeitos da estimulação simpática e parassimpática sobre (a) globo ocular, (b) secreção de sucos digestivos, (c) glândulas sudoríparas, (d) coração, (e) vasos sangüíneos, (f) movimentos gastrintestinais, (g) esvaziamento da bexiga urinária e (h) metabolismo corporal.
5. Discuta o papel da medula supra-renal na função do sistema nervoso simpático.
6. Qual é o papel do tronco cerebral na regulação das atividades autonômicas?
7. Descreva as funções do hipotálamo no controle do sistema nervoso autonômico.

CAP. 13 - OS PROCESSOS INTELECTUAIS, SONO E VIGILIA/PADROES COMPORTAMENTAIS E EFEITOS PSICOSSOMÁTICOS

1. Quais são as diferenças entre a memória a-curto-prazo e a memória a-longo-prazo?
2. O que determina quais as memórias que serão conservadas? Quais as funções do ensaio e da codificação na consolidação da memória?
3. Que funções são desempenhadas pelo talámo e pelo hipocampo no processo da memória, especialmente no que diz respeito ao estabelecimento de memórias e em sua evocação, além de no processo geral do pensamento?
4. Qual é o mecanismo celular da memória?
5. Que acontece com a pessoa que perde as áreas pré-frontais de seu cortéx cerebral?
6. Descreva a teoria de feedback para o sono e vigília.
7. Quando se registra as ondas cerebrais, qual é a origem das ondas alfa, das ondas beta e das ondas delta?
8. Qual é a função do prazer e da dor no estabelecimento de memórias e na função global do encéfalo?
9. Sob quais condições irá um animal apresentar sinais de enraivecimento?
10. Descreva os diversos mecanismos para a produção de distúrbios psicossomáticos.

CAP. 14 - O OLHO

1. Descreva o sistema óptico do olho e a formação de imagens sobre a retina.
2. O que é que causa a hipermetropia, a miopia e o astigmatismo?
3. Descreva a estrutura de umm bastonete.
4. Descreva o ciclo da rodopsina e sua relação com a visão.
5. Explique a adaptação ao claro e ao escuro.
6. Descreva o mecanismo para a visão de cores.
7. Descreva as conexões neuronais da retina com o cerébro.
8. Sob qe formas são transmitidos os sinais visuais da retina para o cerébro?
9. Explique a importância da fóvea na acuidade visual.
10. Explique a percepção de profundidade.
11. Explique o mecanismmo para a localização dos olhos e o seu controle cerebral.
12. Explique o mecanismo do reflexo fotomotor.

CAP. 15 - Audição, Paladar e Olfato.

1. Descreva o sistema ossicular do ouvido e como trasmite o som.
2. Descreva a anatomia funcional da cóclea.
3. Como ocorre a ressonância do som ao nível da cóclea?
4. Como é que as células ciliadas convertem a energia sonora em impulsos nervosos?
5. Descreva o trajeto seguido pelos sinais neurais do ouvido até o cortéx.
6. Explique como as papilas gustativas convertem as sensações gustativas em sinais neurais.
7. Quais são as quatro sensações primárias do paladar e quais as substâncias que estimulam cada uma delas?
8. Citar as características da função dos receptores olfativos.
9. Descreva a transmissão dos sinais olfativos para o sistema nervoso.

O SISTEMA CIRCULATÓRIO

CAP. 16 - AÇÃO BOMBEADORA DO CORAÇÃO E SUA REGULAÇÃO

1. Quais são as diferenças entre as contrações dos músculos cardíacos e esqueléticos?
2. Por que é importante que o múculo cardíaco tenha estrutura sincicial?
3. O que é que causa a ritmicidade automática do músculo cardíaco?
4. Explique por que o nodo sino-atrial é o marcapasso cardíaco, emora, por vezes, outras regiões do coração possam ter essa função.
5. Como é que o sistema de Purkinje aumenta a eficácia do coração como bomba?
6. Explique o movimento circular e como é que esse movimento pode causar o flutter ou a fibrilação do coração.
7. No eletrocardiograma, qual é o significado da onda "P"? E da onda "QRS"? E da onda "T"?
8. NO ciclo cardíaco, qual é a relação entre a pressão ventricular esquerda e a pressão aórtica?
9. Explique a "lei do coração" e o seu significado.
10. Quais são os efeitos da estimulação simpática e parassimpática sobre o coração?

CAP. 17 - FLUXO SANGÜÍNEO

1. Descreva os métodos para a medida do fluxo sangüíneo.
2. Descreva os métodos para a medida da pressão arterial.
3. Como é calculada a resistência ao fluxo sangüíneo?
4. Por que é que o diâmetro de um vaso desempenha papel tão importante na determinação da resistência vascular?
5. Se a pressão sangüínea fica reduzida a metade da normal, mas o diâmetro do vaso é, ao mesmo tempo aumentado até o dobro do normal, o que é que vai acontecer ao fluxo sangüíneo por esse vaso?
6. Explique por que as arteríolas são os principais reguladores do fluxo sangüíneo.
7. O que é que se quer dizer por auto-regulação do fluxo sangüíneo? Explique seu significado bem como a importância do oxigênio para esse mecanismo.
8. Discuta o papel do sistema nervoso simpático no controle do fluxo sangüíneo local em todo o corpo.
9. Enumere os principais reservatórios de sangue no corpo.

CAP. 18 - territórios especiais do sistema circulatório.

1. Explique os mecanismos para a regulação do fluxo sangüíneo coronariano.
2. Discuta a ateriosclerose, suas causas predisponentes e suas relações com os ataque cardíacos.
3. Discuta as participações relativas dos mecanismos de regulação local e de regulação neural do fluxo sangüíneo para os músculos.
4. Como é que o coração aumenta seu débito cardíaco durante o exercício?
5. Como é que varia a pressão arterial durante o exercício? E que importância ten isso para o aumento do fluxo sangüíneo muscular?
6. Qual é o principal determinante para a regulação do fluxo sang6Uíneo cerebral? Qual a participação do gás carbônico nesse processo?
7. Discuta as causas dos "acidentes vasculares cerebrais".
8. Discuta o sistema circulatório porta e explique sua relação com o fígado.
9. Discuta o controle do fluxo sangüíneo gastrintestinal.
10. Distinga o fluxo sangüíneo cutâneo com participação no controle da temperatura corporal, do fluxo sangüíneo cutâneo de função nutritiva.

CAP. 19 - Pressão Arterial Sistêmica e Hipertensão

1. O que é que ser quer dizer por pressão sistólica, por pressão diastólica e por pressão de pulso?
2. Como é que o volume do débito sistólico cardíaco e a distensibilidade do sistema arterial influenciam a pressão de pulso?
3. Na circulação sistêmica, quais são, em termos aproximados, os valores da pressão normal na aorta, nas arteríolas, nos capelares, nas vênulas, e nas veias cavas?
4. Se a pressão arterial aumenta de 50% enquanto que o débito cardíaco aumentasse duas vezes, de quanto ficaria modificada a resistência periférica total?
5. Explique o mecanismo nervoso para a regulação da pressão arterial, inclusive do sistema de controle dos barorreceptores.
6. Como é que a passagem de líquido para fora ou para dentro dos capilares atua como mecanismo regulador da pressão?
7. Explique como é que os rins participam do controle da pressão arterial pelo aumento ou pela diminuição do volume sangüíneo.
8. Explique como é que pode ocorrer hipertensão como resultado de função renal anormal.
9. Qual é o papel do sistema renina angiotensina no controle da pressão arterial e também na hipertensão?
O que é que se quer dizer por "hipertensão essencial"?

CAP. 20 - Débito Cardíaco, Retorno Venoso, Insuficiência Cardíaca e Choque.

1. Qual é o valor do débito cardíaco normal, medido em condições de repouso, e como é modificado pelo exercício?
2. Explique os mecanismos que permitem o aumento do débito cardíaco.
3. Explique o papel do "retorno venoso" no controle do débito cardíaco.
4. O que se quer dizer com "pressão média de enchimento sistêmico" e como é que ela modifica o retorno venoso e o débito cardíaco?
5. Discuta o papel da necessidade dos tecidos por fluxo sangüíneo como o estímulo básico para o controle do débito cardíaco.
6. Explique o método de Fick para a medida do débito cardíaco.
7. Qual é o efeito da pressão hidrostática sobre a pressão venosa periférica?
8. Por que é que a insuficiência cardíaca produz, muitas vezes, baixo débito cardíaco, congestão pulmonar ou periférica, ou qualquer combinação dessas condições?
9. O que se quer dizer com choque circulatório e quais os fatores que produzem o choque por estagnação venosa?
10. O que significam os seguintes estágios do choque: compensado, progressivo e irreversível?

CAP. 21 - DINÂMICA DA MEMBRANA CAPILAR, OS LÍQUIDOS CORPORAIS E O SISTEMA LINFÁTICO

1. Explique o princípio da diluição para a medida dos volumes dos líquidos corporais.
2. Cite os valores médios das pressões no capilar e no líquido intersticial que banha o capilar. Cite, também, as pressões coloidosmóticas dentro e fora do capilar.
3. Se a pressão capilar é 25mmHg, a pressão do líquido interticial é -2mmHg, a pressão coloidosmótica plasmática é 35mmHg e a pressão coloidosmótica do líquido interticial é 2mmHg, em que direção estará fluindo líquido, como resultado da interação dessas pressões ao nível da membrana capilar?
4. Explique por que existe movimento efetivo de líquido para fora dos capilares, em sua extremidade arterial e sob absorção efetiva de líquido, em sua extremidade venosa.
5. Por que é o retorno de proteína à circulação a mais importante função do sistema linfático?
6. Explique o mecanismo do bombeamento linfático.
7. Por que é que não ocorre ema nos tecidos normais?
8. Por que é que ocorre edema? Quais são suas causas mais comuns?
9. Explique o que é que se quer dizer com um "espaço líquido potencial".
10. Explique o mecanismo de secreção de líquido no olho.
11. Como é controlada a pressão intra-ocular?
12. Descreva a formação, o fluxo e a absorção de líquido cefalorraquidiano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário